Notícias Militares

quinta-feira, 19 de março de 2009

A Cota de Malha do Exército brasileiro


A Cota de Malha do Exército Brasileiro
“ Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas. Tu és responsável pela rosa...”
Antoine de Saint -Exúpery



Aparato dos exércitos medievais, a Cota de Malha era utilizada para proteger os antigos guerreiros. Era uma rede metálica flexível composta por uma série de pequenas argolas entrelaçadas , feitas de ferro polido ou de uma liga de metal resistente . Juntas, as pequenas peças forneciam resistência contra objetos cortantes e, unidas às armaduras, formavam vestimentas de combate usadas pelos antigos soldados.
Ao longo de sua fulgurante trajetória , com participação expressiva na história e nos eventos marcantes da formação da nacionalidade brasileira, o exército nacional agiu sempre em consonância com as aspirações de sua gente. Na longa caminhada , seus integrantes foram acumulando experiências e adquirindo virtudes , hauridas dos exemplos dos chefes e dos camaradas de armas , muitos deles heróis cultuados hoje no sublime panteão da pátria.
A prática e o permanente exercício das mais nobres virtudes do cidadão , enrijeceu-lhes o caráter. O farol que os iluminava sempre foi o interesse nacional , acima de qualquer outro menos importante , e o rumo seguido apontava para um porvir grandioso emoldurado pela decência, a ética, o despojamento e a entrega. No caminho percorrido, esses soldados encontraram inúmeros obstáculos. Não esmoreceram ; perseveraram na busca do ideal acalentado: transmitir às novas gerações uma nação livre e soberana e uma instituição respeitada por seus conterrâneos.
O compromisso dos que passaram, dos que o compõem hoje e , com certeza, dos que virão no futuro é o mesmo : indeformável , uno e indivisível. Semelhante ao bom concreto cuja resistência aumenta com o passar dos tempos.
Não importam as circunstâncias e as insidiosas e recorrentes campanhas difamatórias, com o objetivo de indispô-los com a nação brasileira.
A Cota de Malha do Exército de Caxias, o escudo que o protege, teve início em Guararapes, num notável caldeamento de raças e de vontades , para expulsar o invasor e continuou na sublime saga ao longo dos tempos: nas lutas pela independência; na manutenção da unidade conquistada durante o império; na abolição da escravatura; nos ideais republicanos e no combate consciente e patriótico contra ideologias estranhas . Ela foi construída e tecida cuidadosamente com carinho e esmero, pelos exemplos dignificantes do mérito e do trabalho anônimo. Enfim, pela firme decisão de SERVIR à pátria e à sua gente.
Diferente dos tempos remotos onde era possível enxergá-la imediatamente , a véstia atual , tecida pacientemente pelos exemplos e as virtudes referidas , continua a proteger os soldados de hoje . Parece invisível aos olhos desatentos , mas tem uma consistência maior do que a anterior, pois suas peças são indeformáveis - um triângulo virtuoso - constituídas de três tentos igualmente importantes e resistentes: a hierarquia; a disciplina e a camaradagem.
Nosso dever, pois, - dos soldados de hoje, dos que passaram e dos que virão- é o de não permitir que essa consistência, a estrutura moral e afetiva herdada dos nossos antepassados, seja vilipendiada.
Viva o Exército Brasileiro!
Carlos Augusto Fernandes dos Santos

4 comentários:

Anônimo disse...

Percebem onde a leniência de vocês está nos levando?

Esperam que, como na Venezuela, também tomar de assalto o país, por ordem do CAFAGESTE DE GARANHUS?

Que o Pai Celestial se apiede dos brasileiros, pois é só com quem contamos!

Anônimo disse...

O EX-presidente do Clube Militar, general Luiz Lessa, lamentou em carta ao blog Militar Legal “a grave crise política-ética-administrativa e a desinformação do país", a respeito da reserva Raposa Serra do Sol.




Postado por Melquisedec Nascimento às 05:45

A ÁGUIA POUSOU


Os militares têm o dever constitucional de defender a soberania nacional, portanto por que tanta quietude diante de tamanho atentado à soberania Nacional?

A demarcação contínua da Reserva Raposa/Serra do Sol, consubstancia claramente o maior perigo à soberania nacional que a Pátria já confrontou.

Somente um Ministro, Sua Excelência Marco Aurélio de Mello, enxergou que a Pátria corre perigo. As potências estrangeiras estão por trás dessa demarcação,de olho nas imensas riquezas do nosso subsolo naquela região, portanto da mesma maneira que elas enviararam o "príncipe prevaricador" para n0s dar um recado, o Exército teria feito muito bem se também desse um recado, cercando o STF com tanques durante a votação da demarcação, a qual decerto entrará para a história como "a traição de março".

"Ou ficar a Pátria livre, ou morrer pelo Brasil!"

GRUPO GUARARAPES disse...

O BRASIL EM PERIGO

O Brasil encontra-se em perigo e poderá tomar três direções graves: perda de parte de seu território; partir para uma ditadura de esquerda disfarçada de democracia ou marchar para uma revolução social.

O GRUPO GUARARAPES vai apontar fatos que levam a afirmação acima.

1. Solução dada pelo STF ao caso da Raposa Terra do Sol. O brasileiro para entrar nestas terras demarcadas necessitará de passaporte?

2. O STF considera furto de pequeno valor não CRIME. Pode-se entrar num supermercado e roubar feijão ou arroz? E se for uma bicicleta? Com esta decisão o pequeno pode roubar. O STF apenas igualou com os grandes ladrões da coisa pública, que estão soltos e até defendidos por autoridades. FOLHA SP 21-3 09

3. Pelas notícias dos jornais e o que vai se sabendo o SENADO DA REPÚBLICA apodreceu. Ficou sem moral. Lá tudo pode acontecer da noite para o dia.

4. Brasileiros são condenados a prisão perpétua nos EUA por crime de seqüestro e no Ceará um seqüestrador é solto pela justiça, pois o STF disse que ninguém pode ficar preso antes do processo passar em julgado. Todos os criminosos soltos.

5. Jornais publicam declaração do Presidente da Republica de que não cumprirá a ordem de deportação do criminoso caso seja esta a decisão do Supremo. O GRUPO GUARARAPES nem pode imaginar uma coisa desta.

6. O Ministro da Defesa, do alto de suas tamancas, ataca e procura humilhar general que vai para a reserva. A honra do militar foi ferida e o militar não aceita coisa deste tipo, particularmente de quem não tem moral para tal, pois é criminoso confesso de ter falsificado a Constituição Federal Brasileira.

7. Existe uma guerra no Rio e em São Paulo. Bandidos procuram criar áreas livres para prática do crime.

8. Livro de geografia apresenta erros grosseiros no Mapa da América do Sul. Milhões de reais jogados fora e ninguém responsabilizado.

9. O senhor Delúbio, o grande envolvido no escândalo do mensalão, no seu legítimo direito, procura voltar ao seu Partido. Vai voltar e será eleito deputado federal pelo seu Estado.

Finalmente, estamos assistindo a campanha para as eleições de 2010 na rua. Vão gastar o último tostão do País para eleger o candidato do governo e a compra de vota vai ser pratica pela liberação das verbas parlamentares. Já foi assim na eleição passada. Tudo legal e o PAÍS chegando a ter uma dívida interna próximo 2 trilhões de reais.

RESPONDAM SE: O BRASIL NÃO SE ENCONTRA EM PERIGO?

QUEM VAI SEGURAR A BOIADA? AS FORÇAS ARMADAS DIRIGIDAS PELO ATUAL MINISTRO?

SOLUÇÃO: BRASILEIROS DE PÉ PARA DEFENDER A PÁTRIA?

ESTAMOS VIVOS! GRUPO GUARARAPES!

25 DE MARÇO DE 2009

Anônimo disse...

Domingo, Março 29, 2009
Brasil, um país de tolos.(4)

O filme foi patrocinado pela Petrobras e pelo governo federal, cujas verbas são liberadas por Franklin Martins.



A informação está no Portal da Transparência. A rubrica é "atividades de pós-produção cinematográfica, de vídeos e de programas de televisão não especificadas anteriormente". O fornecedor é uma produtora de cinema, a Antonioli & Amado Produções Artísticas Ltda. A fonte pagadora é a Empresa Brasileira de Comunicação, vinculada à Presidência da República. O valor é de R$ 992.443,32, um dos maiores pagos a um fornecedor em 2009. Em 2008, a mesma empresa recebeu R$ 1.827.555,13. A empresa tem sede no Rio de Janeiro e atua com "pós-produção cinematográfica, de vídeos e de programas de televisão". Um dos seus trabalhos mais famosos é a produção do filme Hércules 56, um documentário que tem como personagens principais os nove remanescentes do grupo de quinze terroristas que, em 7 de setembro de 1969, foram trocados pelo embaixador americano Charles Burke Elbrick, seqüestrado três dias antes, no Rio de Janeiro. Para rememorar os objetivos e detalhes do seqüestro, o filme promove a reunião de Cláudio Torres, Daniel Aarão Reis e Franklin Martins, dirigentes da Dissidência da Guanabara (DI-GB), que idealizou a ação e passou então a adotar a sigla MR-8; e Manoel Cyrillo e Paulo de Tarso Venceslau, os dois únicos remanescentes da Ação Libertadora Nacional (ALN), que realizou conjuntamente a operação.

Franklin Martins foi o autor da carta que foi lida em cadeia nacional, como exigência para que a vida do embaixador fosse salva. Franklin Martins hoje é secretário de comunicação social do governo Lula e, além de ter autorizado o dinheiro público que patrocinou um filme sobre a sua vida pregressa, também tem sob sua responsabilidade final tudo o que acontece na Empresa Brasileira de Comunicação, que já gastou R$ 2,7 milhões com a empresa que fez o documentário sobre a sua saga dos tempos da guerrilha e do terror.


http://coturnonoturno.blogspot.com/