Notícias Militares

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

DEVER DO COMANDANTE MILITAR




DEVER DO COMANDANTE MILITAR



Dias, atrás, com o documento – Explorados, Embromados e Desrespeitados – O GRUPO GUARARAPES provou que o Governo tinha, já, sangrado os militares em 2007, por conta da perda da CPMF em 2008. Não tiveram eles o reajuste anual que, segundo juristas, lhes é um Direito Constitucional, e assim, foram lesados, aproximadamente, em R$780.000.000,00.
E após o descumprimento das últimas promessas de concessão do reajuste para o dia 07, e, depois 08 de janeiro de 2008, colhemos o seguinte do noticiário.
Do jornalista Cláudio Humberto, em 09.01.2008:
"A área do governo que mais sofrerá com os cortes orçamentários será novamente a militar.".

E, mais adiante:
"Militares da ativa tentaram articular uma rebelião contra o congelamento dos soldos. Discutiram ações para abandonar a guarda do Palácio do Planalto e até manter no chão o avião de R$156 milhões de Lula, o Air Force 51."

E em 10.01.2008:
"Indignados com o arrocho salarial, militares denunciam que após soldados e cabos, agora são os sargentos e até oficiais que se mudam para favelas."

Do jornalista Carlos Chagas, em 10.01.2008:
"O problema é que a totalidade das Forças Armadas contava com esse adicional, mais do que justo."

E depois:
"Pode estar terminando a temporada de os militares engolirem sapos em posição de sentido."

E o Jornal "O ESTADO"/CE, de 11.01.2008, noticiou:
"Depois de o Ministro Paulo Bernardo (Planejamento) reiterar que os reajustes salariais para civis e militares estão suspensos, o Comando do Exército divulgou ontem nota informando que os aumentos estão mantidos. De acordo com o documento, a ordem foi confirmada ontem, durante reunião entre o ministro Nelson Jobim e os três comandantes militares."
Como a nota foi divulgada, na íntegra, na Resenha da CCOMSEX do dia 12, e difundida em INFORMEX, deixamos a cada leitor a sua correta interpretação.
Nós, do Guararapes, bem como os nossos camaradas da ativa, estamos indignados pela inferioridade salarial, mas, ainda conseguimos – com austeridade de caráter e rigidez moral - viver com dignidade. Contudo, é Dever do Comandante zelar pelo Moral de todos os seus comandados, porque esse é o maior valor de uma Força Armada. Por ser a nossa Missão, valoriza-se como, em defesa da Pátria, Marcílio Dias (Marinha) e Antonio João (Exército) morreram na Guerra do Paraguai, e os pilotos brasileiros mortos em combate nos céus da Itália. Mas, não pode aceitar que os seus capitães, tenentes, subtenentes, sargentos, cabos e soldados, e suas famílias, passem privações, sem nenhuma razão, em tempo de paz. Os alimentos subiram mais de 20%, em 2007.E se o reajuste não for dado em fevereiro, sugerimos que:
- As Forças Armadas recorram ao Poder Judiciário;
- ou que os Comandantes vão falar com Lula.
(Segundo o Ministro do Planejamento, o reajuste do salário mínimo foi negociado, diretamente, entre Lula e as Centrais Sindicais.);
- e, se não tiverem êxito, que os três Comandantes, com os seus sentimentos de Dever e Dignidade, (muito maiores que os cargos que ocupam) tenham coragem de tomar a decisão necessária para salvar as Forças Armadas, Defensoras Constitucionais, do Brasil, das Instituições e da Ordem Pública Nacional.

Outra solução, que as esquerdas que se aprazem com a vingança adorariam, seria que o Governo Lula humilhasse, ainda mais, os militares, mandando-lhes dar, também, o Bolsa Família. Porém, o GRUPO GUARARAPES tem absoluta certeza que os três Comandantes das FFAA não venderão as suas consciências por esmola desse tipo. Mas os militares, que têm o puro sentimento do dever e o pundonor que nossos dirigentes parecem não ter, estarão sempre, estoicamente, cumprindo o juramento sagrado, de sacrificar a própria vida pela Pátria.

3 comentários:

Fox disse...

Sorry. Look please here

Anônimo disse...

Mas é isto que estes canalhas que es´tão no poder almejam. Desmobilizar as nossas FFAA para melhor controlarem e implantarem sua ideologia canhestra e ultrpassada.
Sabem eles que a unica instituição com MORAL e respeito para dete-los são as nossas FFAA então esta foi a saida encontrada.
pedro henrique bougleux. rg 6.508.067 sspmg

Anônimo disse...

Alguem, escreveu artigo a respeito da República das Bananas, eu diria melhor......REPÚBLICA DOS BANANAS...

Esses BANANAS atendem pelo nome de militares.......

- Acordam cedo para trabalhar;

- Deixam esposas e filhos em casa sozinhos para tirarem serviço;

- Ganham uma miséria, que mau dá para sobreviverem;

Acreditam que seus chefes tudo farão pelo seu bem estar;

São capazes até de dar a vida defendendo quem os ferra e não os considera;

Gritam com barriga vazia, cheios de contas para pagar mas com um orgulho danado " BRASIL ACIMA DE TUDO"

Até COMPRAM medalhas para receberem em formaturas.........


Não tem força de convencimento nenhuma sobre a classe politica.

Por último seus chefes só sabem organizar almoço, dentro dos quarteis na tentativa de se sentirem importantes.


Foi-se o tempo em que existiam homens de verdade usando uniforme das Forças Armadas.....

BANANAS, BANANAS, BANANAS........

Muitas Armas e poucos homens

DIGNIDADE JÁ