Notícias Militares

quinta-feira, 13 de março de 2008

General Elieser Monteiro Filho é barrado...


Ontem, o jornal eletrônico FONTE BRASIL (*) divulgou matéria sobre o repúdio de senadores e de deputados à proibição que o ministro da defesa, Nelson Jobim, impôs ao general Elieser Monteiro Filho, Comandante da 1ª Brigada de Infantaria e Selva de Roraima, de acompanhar o ministro Extraordinário de Assuntos Estratégicos, Mangabeira Unger, numa reunião do CIR (uma ONG com relações estrangeiras) com os índios tuxauas, dentro da área da Raposa/Serra do Sol, na localidade do Barro. Além do general, alguns parlamentares que pretendiam acompanhar a reunião também foram barrados.

3 comentários:

Anônimo disse...

Que vergonha.................

Já não bastasse os salários ridículos agora esses VAGABUNDOS determinam onde e quando o EB pode ir.....

O pior de tudo e que com o aval do Jobim e do outro safado...................e o General simplemente aceita e pronto......................que militar é esse..............................cade os homens desse País.........foi pra isso que estudou.........................



"Estivemos presentes sim sobrevoando a região dizem" .......hora vão se catar,,,,,,,,,,como podem ser assim tão frouxos..............vão pintar meio fio de branco vão ou então vacinar cachorro ....................



Que Deus nos ajude,...........

Será que chegou o fim do EB e das Forças Armadas?????????

Anônimo disse...

Os sinais estão cada vez mais fortes. Neste caso, o General era o Brasil. A mensagem era clara: Aqui podem entrar estrangeiros ligados a ONGs que agem contra a Pátria, já esta, hipostasiada nas suas forças armadas, deve ficar de fora, a espera, sem saber o que se passa.
Penso que todos os que amam o Brasil, numa época em que as oposições calam e traem os seus mandatos populares, estão a espera de algo que não ousam dizer pelo nome. Que a sabedoria guie as ações dos chefes das forças armadas, e que não lhes falte coragem.

Bonifácio

hpalacio disse...

Por que o governo dá tanto dinheiro para essas ONG´s?