Notícias Militares

domingo, 3 de fevereiro de 2008

GASTOS DO GABINETE LULA

Publicada em 02/02/2008 às 22h03m

Jailton de Carvalho - O Globo
BRASÍLIA - A Presidência da República decidiu excluir do Portal da Transparência da Controladoria-Geral da União (CGU) as informações sobre gastos com alimentação das residências oficiais do presidente Luiz Inácio Lula da Silva bancados com cartões corporativos. Relatório divulgado no portal antes do veto informa que o ecônomo José Henrique Souza, assessor especial do gabinete do presidente, gastou R$ 114,9 mil em compras de vinhos e carnes, entre outros itens, em estabelecimentos de Brasília, ao longo do ano passado. Despesas irregulares com cartão corporativo provocaram a demissão da ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Matilde Ribeiro, sexta-feira.

A proibição da divulgação das despesas bancadas com os cartões corporativos de Souza e de outros servidores encarregados de fazer compras para o gabinete do presidente Lula foi baixada em janeiro, pouco antes do escândalo que resultou no afastamento de Matilde. As restrições são recomendadas pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI), responsável pela segurança de Lula. O GSI alega que informações sobre compras das residências do presidente - o Palácio da Alvorada e a Granja do Torto - devem ser preservadas por questão de segurança.

Um comentário:

Carcará Saguinolento disse...

Acho pouco o que o governo da moralização está fazendo. O Sr. Que governa o país é um Stálin dos novos tempos. Muito mais ainda virá!Bem feito para os que nele confiaram e deram o que tem de mais sagrado, o voto!